Ir para Portal Bradesco
Destaque lateral

Encontre seu imóvel

  • DESEJO

  • FINALIDADE


Reforma do Imóvel

Se você está pensando em reformar seu imóvel, é importante tomar alguns cuidados.
Veja as dicas que listamos para garantir o sucesso da sua reforma e para evitar gastos desnecessários:


Planejamento


O primeiro passo é verificar o que será reformado e listar todos os itens que você terá que trocar. Assim, você tem uma idéia de quanto será gasto e não corre o risco de interromper sua reforma no meio do caminho.


Documentação


Grandes reformas, como ampliação ou diminuição de área existente, por exemplo, necessitam de um alvará de aprovação da Prefeitura. Sem ele, a Prefeitura tem autonomia para paralisar ou demolir a obra em caso de não-regularização.


Já as reformas superficiais como troca de pisos, de louça sanitária ou de pintura, por exemplo, dispensam qualquer tipo de regularização, pois são consideradas reparos.


Informações Prévias ou Informações Técnicas


Antes de iniciar a reforma, é importante conhecer todas as instalações elétricas e hidráulicas do imóvel. Saber exatamente onde passa um cano de água, por exemplo, pode parecer banal, mas é imprescindível para evitar transtornos e gastos desnecessários. Você pode verificar essas informações em uma planta atualizada.


No caso de condomínio, verifique se a reforma não compromete a estrutura do edifício.

Checar com o síndico as regras de utilização de caçambas e de entrega de material, além dos horários permitidos para a reforma, também é primordial.


Para informações mais específicas sobre reforma, clique nos itens abaixo listados:

Solicite ao profissional uma lista completa dos materiais que serão utilizados. Com ela, é possível começar a pesquisar os preços e ir comprando os produtos gradativamente.


Escolha materiais de qualidade, mesmo que tenha que gastar um pouco mais. Assim, você garante uma maior durabilidade da sua reforma. 


Como os preços dos materiais de construção variam bastante, vale a pena pesquisar os itens de sua lista em várias lojas do ramo. Produtos com a mesma qualidade podem ter preços muito diferentes.


As perdas de material podem chegar a 30% em uma obra, e isso significa gasto desnecessário.

Na hora de contratar um profissional do ramo como arquiteto, engenheiro, ou pedreiro, é importante ter referências. Visite obras que ele já fez, converse com os proprietários dos imóveis que ele reformou e veja se você se identifica com os projetos desenvolvidos por ele.


Ter empatia pelo profissional contratado é essencial, pois, para garantir o bom andamento da obra, o contato entre vocês deverá ser freqüente.


Após escolher o profissional, solicite um contrato com todos os itens da reforma - passo a passo - e seu respectivo valor e forma de pagamento. Assim, você evita desentendimentos e cobrança de serviços extras sob a alegação de não estarem inclusos no acordo inicial.


Outro acordo fundamental é quanto à ordem e à limpeza das áreas comuns durante a reforma. Não pode haver resto de materiais (areia, cimento, pingos de tinta) nos corredores, por exemplo. Exija essa manutenção por parte do profissional contratado.


 

A questão do gosto pessoal é fundamental para a escolha, mas aqui vão algumas dicas para quem não deseja sair do convencional.

 

Nas paredes, utilize cores claras, principalmente em ambientes pouco iluminados. Tons suaves de amarelo, verde e laranja são boas pedidas para quem quer sair do tradicional branco, animar o ambiente e mantê-lo agradável.

 

Cores fortes, ou mais extravagantes são adequadas para uma das paredes do cômodo, esta pode ser texturizada. Verifique bem a cor escolhida e sua composição com os objetos do ambiente, pois uma má escolha, pode deixar o ambiente sobrecarregado e cansativo.

Compre materiais de qualidade!

 

Quando se trata de cerâmica, mesmo que se pague um valor mais alto inicialmente, comprar materiais de qualidade é benefício garantido quando trata-se deste assunto devido a mão de obra da instalação e por tratar-se de algo que permanecerá por um longo período.

 

Com relação ao piso, faça a escolha de acordo com sua necessidade. Existem pisos específicos para garagem, por exemplo, que não deslizam e não escorregam.

 

Outro fator importante é analisar o tráfego de pessoas no local antes de instalar o piso, pois existem indicações no próprio material referente a este assunto.

Se você tem dúvidas quanto à estética do ambiente como cor das paredes, tipos de pisos e molduras de gesso a serem utilizados, por exemplo -, e não conta com um serviço de decorador, pode consultar revistas especializadas nesse assunto que, normalmente, trazem boas idéias.

 

É importante, porém, ter em mente que o imóvel da revista não é o seu. Assim, é preciso analisar a luminosidade e o tamanho do ambiente antes de seguir os modelos.

Voltar

  • No Bradesco a acessibilidade é para todos.
  • Instruções sonoras nas páginas
  • Atalhos de teclado para navegação.
  • Recursos bancários para todas as necessidades.
  • Tutoriais para ativar recursos do seu sistema operacional.
  • Agências adaptadas.